segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Transfusão



“Hoje só quero encostar a cabeça nos teus ombros doloridos e descansar minha alma cansada,me leva ao mar e então perguntarei com lágrimas a ele o porque de tanto medo, não quero dizer nada não há nada a ser dito só sentido, quero sentir o vento me enxugar os olhos, quero sentir as ondas me limpar a alma, quero sentir tuas mãos nas minhas comunicando entre elas que tudo está bem, que tudo um dia ficará bem...de olhos pesados de tantas dores quero ver minhas feridas abertas e entender que elas talvez nunca sararão, porque tudo ta mais latente, tudo em passado, presente já me leva a seguir por entre pedras que me ferem os pés...quero sangrar, sangrar até precisar de transfusão, transfusão de amor, transfusão de olhares compreensivos e compassivos, transfusão de sentimentos que me convençam que ainda há o que esperar dessa vida tão imensamente carrasca e descabida que me leva a me perder todos os dias...”





De tarde quero descansar,
Chegar ate a praia e ver
Se o vento ainda está forte
Vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora
Vento no Litoral (Legião Urbana)

16 comentários:

  1. Hoje só quero amor...
    Nada mais que isso.
    Que beleza!
    Beijo,
    Cinthya
    http://odivaadellas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. 'Quero sangrar, sangrar até precisar de transfusão, transfusão de amor, transfusão de olhares compreensivos e compassivos.'

    Preciso tanto disso!

    Ah My que texto lindo, senti cada palavra como se estivesse falando um pouco de mim nesse momento.

    Tenha uma linda semana minha querida!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto!
    Achei seu blog entre uns blogs amigos...
    Gostei e vou ficar...
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  4. Sangrar até se esvair .. pode ser um recomeçar.


    beijoos, boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Texto muito lindo!! Foi vc que escreveu?? Muuito lindo, mesmo. Me emocionou! Parabéns!!!
    Beijinhos


    http://natalia-coelho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Admirável este texto, My.
    Gostei sobretudo do recurso à transfusão simbólica para expressar as carências de um espírito sedento de amor...
    E o mar sempre presente, quando queremos afogar as mágoas e procuramos um pouco de paz.
    Uma boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Deixa o vento levar essa dor embora, aprecie o por do sol e espere que a vida tem caminhos que agente desconhece, mais no final tudo vale a pena.


    Beijos moça!

    ResponderExcluir
  8. E eu já estou virando FÃ...rs Na verdade já sou,quando vejo lá no meu Blog atualizações do SEU blog eu já corro para ver,porque sei que lá vem coisa boa... Todo mundo as vezes sente essa necessidade de "tranfusão de amor",pelo menos em um momento da vida,ao ponto onde se está prestes a "morrer",a unica salvação é uma "transfusão",ou melhor,uma "transfusão de amor"!!! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Tão bom encontra em alguém
    a paz que buscamos em nós,
    melhor ainda é proporcionar
    o mesmo para alguém!
    Lindo post, querida*
    =)

    Beijos meus...
    Tenha uma semana
    Abençoada!

    ResponderExcluir
  10. Lindo..precisando encontrar esse hombro...bjs...boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Preciso tanto desse descanso.

    Minha querida, linda noite pra ti!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  12. Hoje eu também quero um pouquinho disso...

    ResponderExcluir
  13. -ameei seu blog :], seguindo, segue de volta *--* http://amandabaracho.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Minha atenção e meus olhos são todos seus, Manda a ver!
Bjs*