sábado, 2 de julho de 2011

Insistência Insana


 

Ás vezes penso no modo como nós seres humanos temos formas tão infantis de se encarar, de se ver das maneiras frágeis e insanas que somos, ás vezes penso e trepenso no jeito como resolvemos nossas angústias e medos... No fundo queremos sempre atenção, se eu cortar os pulsos minha mãe vai reparar que não como bem há semanas? se eu dormir o dia todo meu pai vai perceber o quanto  preciso de um colo? Se eu faltar o trabalho, fazer terapia, greve de fome ele vai se apaixonar por mim novamente?Não sei, não dá pra saber, a única coisa que entendo e sinto dentro do que chamo de ‘meu mundinho interior’ que aliás está todo lamaçado,com escórias e cicatrizes por todos os lados é que quando nossa alma ta doente pouco importa se alguém vai ligar ou não, agente segue por um caminho em que a solidão já não dói tanto pra dizer a verdade nem a dor dói tanto porque ela vira um terceiro braço e agente se acostuma. Já não há ligações para esperar, nem pedidos de perdões para aliviar, é a sequidão do não-querer sentir mais nada. Já não há máscaras a serem colocadas, não há motivos para rir e mais uma vez reinventar um personagem para se esquecer do que na verdade se é, se alguém nos amar de verdade, nos amará da forma mais amarga, amará nossa obscuridade, nossa solidão irremediável, nosso afastamento voluntário, nossa alma encardida. Agente ouve que ioga, psicanálise, um novo amor, um porre, uma crise de choro, uma viagem, uma conversa franca com o criador e com o melhor amigo alivia, mas pra quê aliviar, deixa sangrar, deixa o suor do cansaço de ter errado mais uma vez, de ter amado mais uma vez quem não merecia, de ter esperado mais uma vez retribuição do muito que se deu, descer pela testa e parar no coração surrado, manchado, dolorido... Talvez nessa escuridão da ausência de fé e esperança seja mais fácil vislumbrar a luz quando ela chegar, ou talvez não, talvez esse caminho que trilho todos os dias me leve à uma aversão a luz inconsciente. Não há medo, não há promessas, não há fé, não há amor, apenas insistência, a insistência insana em se viver quando não se espera por mais nada, quando tudo caminha pra uma destruição involuntária de tudo que um dia se foi.


Quem me dera ao menos uma vez
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes.

[...]Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.

Índios (Legião Urbana)

16 comentários:

  1. Essa dor vai passar...
    Pode ser clichê, mas tente olhar em volta...
    há pessoas que te amam e dariam tudo pra te ver feliz...
    vc nem imagina o quanto é triste ver alguém como vc assim...
    te cuida

    ResponderExcluir
  2. Não poderia deixar de passar por aqui, depois de ler aquele mega incentivo lá no meu cantinho que realmente precisou do seu "time", mas você coloca as palavras de forma real, que todos entendam e sintam, eu adoro isso, adoro seu cantinho... Já sou suspeita...rs "Agente ouve que ioga, psicanálise, um novo amor, um porre, uma crise de choro, uma viagem, uma conversa franca com o criador e com o melhor amigo alivia, mas pra quê aliviar, deixa sangrar, deixa o suor do cansaço de ter errado mais uma vez, de ter amado mais uma vez quem não merecia, de ter esperado mais uma vez retribuição do muito que se deu, descer pela testa e parar no coração surrado, manchado, dolorido..."

    ResponderExcluir
  3. P.S: o Anônimo tem mega razão!!! ;D Se cuida, linda.

    ResponderExcluir
  4. Nossa adorei.Tbm já senti isso(sinto).Nem sei o que dizer,pq seu texto já disse tudo.Só lhe digo,pra esperar,ter calma e continuar nessa insistencia insana de viver,pois a vida,apesar de dura,é doce.Sofre sim.Chora.Mas viva o momento.
    Um grande beijo e sorte.A dor não passa mesmo,a gente se acostuma com ela.

    ResponderExcluir
  5. Eu insistirei contra tudo e contra todos.

    A solidão deste mundo é esta única perspectiva que temos dele. Mas há outros olhares.

    ResponderExcluir
  6. oieee ...
    gostei muito do seu blog
    já tô seguindo
    bjooos

    ResponderExcluir
  7. Olá, gostei muito do teu blog, tbm to te seguindo.
    Obrigada por teu comentário, teu sorriso é encantador!
    beijão e uma semana abençoada!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi brigada pela visitinha estou te seguindo teu blog é lindo vou divulgar no meu abraços e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  9. adorei vc disse tudo, tbm passei por isso, me acostumei e tento levar a vida assim. obg por me seguir bj s cuida

    ResponderExcluir
  10. Dediquei um texto pra vc no meu blog... se cuida! Bjs

    ResponderExcluir
  11. Nada alem da verdade. :/

    ResponderExcluir
  12. Oi, vim avisar que o próximo especial do meu blog está chegando.. esse mês quem vai fazer o especial são vocês (seguidores) de uma olhada no meu blog como funciona..
    http://incriveissonhos.blogspot.com/2011/07/como-voces-devem-saber-o-proximo.html

    espero você lá. ;')

    ResponderExcluir
  13. O Blog da Michele mudou de nome e caminho. Com pseudônimo agora:

    Michele Santti
    http://michelesantti.blogspot.com/

    Igualmente o Twitter
    @MicheleSantti

    FaceBook
    facebook.com/michele.santti

    e E-mail
    michelesantti@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Quase que iria reclamar os direitos de autor da sua prosa, pois, parece que foi escrita por mim :)
    Penso exatamente como você...
    É triste ter sempre este tipo de pensamento que nada vale a pena, mas, a realidade é essa mesmo. Não temos culpa da ingenuidade dos outros. Gostaria de pensar menos nestas questões e até tenho treinado isso mesmo, mas, não dá. Todos os dias me revolto com o mundo. É triste, mas, já nao podemos fazer nada. Resta-nos aproveitar o que nos resta ;)
    Estou a adorar o seu blog.

    Atenciosamente,
    Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Quando não temos pra onde correr, geralmente percebemos que tudo o que temos é Deus, e Ele sim é poderoso pra mudar uma vida, uma situação, dar um novo destino.

    BEijos

    ResponderExcluir
  16. Acho que devemos sofrer tudo que achamos necessário para conseguir seguir em frente, na minha opinião, essa história de só curar um amor com outro amor não funciona. Comigo não funcionou, só fiz outra pessoa sofrer o que não merecia...

    Beijo!

    ResponderExcluir

Minha atenção e meus olhos são todos seus, Manda a ver!
Bjs*