quinta-feira, 21 de abril de 2011

Última Vez



Já havia acendido o terceiro cigarro quando desistiu não queria ficar com àquele cheiro impregnado quando ele chegasse, ele sabia bem que só fumava quando estava depressiva e com crises de solidão irremediáveis, ele sabia tão bem... Tentou colocar uma roupa mais frouxa não queria que ele percebesse que havia emagrecido tanto depois de sua partida, não queria que ele a visse infeliz, queria prová-lo a todo custo que sua falta não a afetou...no dia do encontro pintou e cortou o cabelo como há meses não fazia, desenterrou todas as maquiagens do fundo da gaveta e saiu pra comprar roupas novas... Ainda não havia rasgado as cartas e a fotografia do primeiro encontro  ainda estava no porta retrato ao lado da cama, mas disso ele não precisava saber, aliás ele nunca iria saber...
Sentada à espera daquele encontro, o último como já haviam prometido, lembrou-se do início de tudo, de como leu sua história nos seus olhos na primeira vez que o viu, de como voltou para o hotel extasiada, a partir dali tudo foi de uma intensidade nunca antes desvendada, ela era inteira paixão... Aonde foi parar tudo àquilo? E toda aquela sensação de ter completado seu ciclo na terra por ter encontrado tudo que sempre sonhou? Olhava fixamente as pessoas que passavam e se via um pouco em cada uma delas: no casal de adolescentes discutindo que filme iam ver, no outro casal desfrutando o sonho da maternidade e por fim na senhora sozinha a sua frente com jóias desfocadas e envelhecidas, com um olhar de quem se perdeu e nunca mais se encontrou...
Não podia tirar do foco cada palavra que precisava dizer, iria dizer que estava bem que tudo não havia passado de fantasias e que hoje conseguia enxergar tudo melhor, não era pra ser e por isso teve que se render a ordem do destino, hoje ele tinha uma vida... hoje ele tinha construído pra si tudo que sua dor não a deixou construir, hoje ele já estava longe, longe demais pra se sonhar com ele outra vez...
Quando o viu ele estava diferente, seu olhar carregava um cansaço... um cansaço particular de quem sonhou demais, ainda estava bonito como da última vez mas seu sorriso não era o mesmo...talvez porque o sorriso de antes era o sorriso de uma esperança que já não o habitava. E quando se aproximou àquele olhar de antes veio com ele, o mesmo que sem precisar mover o lábio sorria, o mesmo que trazia uma paz tão esquecida... e todas as coisas a se dizer se foram...se foram pra um dia quem sabe voltarem em uma outra estação onde todos esses sonhos a acordem numa noite qualquer.

Não fala nada, deixa tudo assim por mim
Eu não me importo se nós não somos bem assim
É tudo real nas minhas mentiras,
E assim não faz mal
e assim não, me faz mal não
Só pro meu prazer (Leoni)

16 comentários:

  1. sonhar cansa, mas é tão revigorante ao mesmo tempo né :]

    ResponderExcluir
  2. Viu,era disso que estava sentindo falta,desta parte de realidade tão bem colocada em um conto romântico,um pouo trágico,mas ainda romântico.(sobre a falta de tempo eu te entendo..rs) Pois bem,já disse o quanto me identifico com seus textos? O quanto você descreve o que eu sinto com detalhes que nem mesmo eu havia me dado conta? Parabéns,e como já dizia Renato Russo "Você acha mesmo que vale apena sofrer por uma pessoa que é feliz sem você?" Beijos e bom feriadão!

    ResponderExcluir
  3. Olá My!

    Nada é pra sempre, muitos me dizem isso, mas sempre faço ser eterno cada momento.

    Lindo texto!

    Bjss

    Mila

    ResponderExcluir
  4. Oi my que saudade que eu tava de ti;* teu blog ta lindão querida suas palavras sempre tão lindas amo estar aqui florzinha um lindo feriadão e uma exelente páscoa bjooos carinhosos da juju.

    ResponderExcluir
  5. Nossa My esse texto refletiu aqui, meu momento, meu estado.
    E a musica abaixo, é a musica atual do momento.

    Saudades imensas querida!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  6. Excelente postagem.

    Feliz Páscoa.

    Abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  7. Não sei, as vezes sinto que fazemos demais, gastamos palavra, por quem já não se importa. Tem trens que não dá para voltar a embarcar.

    ResponderExcluir
  8. Venho desejar que a união e confraternização familiar, seja o mais bonito nessa Pascoa.
    Meu carinho,
    Samara Bassi

    ResponderExcluir
  9. Oi... Parabéns pelo texto lindo!

    Feliz Páscoa!

    Tem presente para vc lá no Sofia! Busque se quiseres, é seu tb!

    Bjs!

    Luz e Paz!

    ResponderExcluir
  10. My querida,

    é verdade, poucas pessoas pensam assim, e conseguem valorizar o mais importante. Mas não é por que a maioria não consegue enxergar de olhos fechados que nós vamos deixa de ver!
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  11. Tenha um lindo domingo de páscoa,que neste dia todas as suas forças e esperanças sejam renovadas, desejo muitas paz,saúde e prosperidade á você,não só hoje mas em todos os dias de tua vida.
    Boa páscoa a você e toda a sua familia bjs de uma amiga.

    ResponderExcluir
  12. Olá My,
    Passando por aqui para agradecer a visita e a simpática mensagem e desejando a vc uma feliz Páscoa.
    Gostei deste seu texto, belíssimo como tudo aquilo que escreve.

    ResponderExcluir
  13. My,

    Brigado pela visita e pelos comentários...dei uma passadinha por aqui também e to te seguindo...

    Beijokas

    ResponderExcluir

Minha atenção e meus olhos são todos seus, Manda a ver!
Bjs*